L. Jackson diz que fim de "Vidro" foi alterado para se adaptar ao "novo mundo"

Publicado em 18/01/19 13:00

O final de "Vidro", novo filme do diretor M. Night Shyamalan, teria um final diferente, que fora idealizado muito atrás e que precisou ser alterado. O motivo: ele não condiz com o mundo de hoje em dia, em que minorias e grupos antes marginalizados ganharam voz --o que incide no que muitos classificam de "politicamente correto".

A revelação foi feita em entrevista ao site britânico Digital Spy pelo próprio ator Samuel L. Jackson, que interpreta o Sr. Vidro, um dos protagonistas da história.

"Havia um final diferente quando começamos as filmagens. É o tipo de coisa que precisava ser alterada por causa de como a sociedade está agora, o que está acontecendo no mundo e o que teria parecido", revelou ele.

Jackson, no entanto, não revelou qual alteração teria sido feita nem se a mudança de roteiro tem a ver apenas com o seu personagem, que é um cadeirante que sofre de uma condição genética rara, que o faz ter ossos e estrutura corporal extremamente frágil.

Continuação de "Corpo Fechado" e "Fragmentado", Vidro traz o retorno dos personagens Elijah Price (Jackson), David Dunn (Bruce Willis) e Kevin Crumb (James McAvoy).

No novo roteiro, o trio de protagonistas, que possui superpoderes, passa por um tratamento para ser controlado. Elijah e David se juntam para deixar o hospício, e David é o único capaz de detê-los. O longe estreou no Brasil nesta quinta (17).

Fonte: UOL Cinemas // UOL