Globo de Ouro ignora polêmica, mas assume falta de negros em edição morna

Publicado em 01/03/21 03:00

Globo de Ouro ignora polêmica, mas assume falta de negros em edição morna

Globo de Ouro
Globo de Ouro
HFPA / AFP

Gabriel Nanbu, Guilherme Lucio da Rocha e Osmar Portilho

De Splash, em Santos e São Paulo

01/03/2021 02h10Atualizada em 01/03/2021 02h26

Os novos tempos de pandemia tiraram das premiações do cinema e da TV os tapetes vermelhos e a interação entre os famosos. Com o Globo de Ouro 2021 não foi diferente.

A premiação até conseguiu um ritmo legal, mas tudo rolou quase em banho-maria em chamadas de vídeo para distribuir os prêmios.

O Globo de Ouro ficou conhecido pela acidez dos seus apresentadores (saudades, Ricky Gervais) e por saber brincar com seus defeitos.

Mas hoje ignorou a polêmica sobre corrupção para escolha dos escolhidos e vencedores.

As apresentadoras Amy Poehler e Tina Fey nem ousaram cutucar o assunto.

Continua depois da publicidade
Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Falta de negros na associação

Antes mesmo de começar a programação, já haviam protestos pela falta de representantes negros na Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood.

Durante a premiação, representantes da entidade e apresentadores foram ao palco e reforçar a preocupação por mais diversidade.

Para dar uma equilibrada na situação, o Globo de Ouro contou com diversos atores e atrizes negros foram convidados para anunciar vencedores.

E a galera fez questão de dar uma cutucada.

Em muitos discursos ficou o clima de "estamos felizes por estar aqui, mas vocês precisam melhorar".

VALERIE MACON/AFP - VALERIE MACON/AFP
Imagem: VALERIE MACON/AFP

20 anos de curso, pô!

A pandemia do novo coronavírus está aí há mais de um ano e fez o mundo ficar muito familiarizado com as videochamadas. Porém, tem algumas coisas que parecem ser difíceis de aprender.

Continua depois da publicidade

Na "entrega" do primeiro prêmio da noite, de melhor ator coadjuvante em filme, o microfone do vencedor Daniel Kaluuya, de "Judas e o Messias Negro", estava no mudo. Quem nunca?

Acontece nas melhores premiações.

Tom Hanks, em edição passada do Globo de Ouro.

Protagonismo de Chadwick Boseman

Um dos momentos mais emocionantes da noite foi a premiação de Chadwick Boseman por sua atuação em "A Voz Suprema do Blues".

O ator, que morreu no ano passado, foi representado por sua viúva, que foi às lágrimas em seu discurso.

Chadwick também foi lembrado em uma das esquetes durante a premiação, onde crianças respondiam curiosidades sobre o Globo de Ouro 2021. Elas erraram quase todas as questões - como, por exemplo, onde morava a família real britânica.

Continua depois da publicidade

A única resposta que todas elas acertaram foi sobre quem era Chadwick Boseman. A garotada falava, com sorriso no rosto: era o Pantera Negra.

Elizabeth x Diana

"The Crown" foi uma das grandes vencedoras da noite. Um dos pontos alto da premiação foi a disputa entre a Rainha Elizabeth e a princesa Diana.

Calma, estamos falando das atrizes Emma Corrin e Olivia Colman, que interpretaram princesa e rainha, respectivamente. Na disputa do Globo de Ouro, quem levou a melhor foi Emma, a princesa Diana.

Reprodução/TNT - Reprodução/TNT
Imagem: Reprodução/TNT
Continua depois da publicidade

Netflix tirou a barriga da miséria

A plataforma de streaming, que era relegada nas grandes premiações, conseguiu ser protagonista no Globo de Ouro 2021. Foram 10 prêmios, no total da noite.

Além de "The Crown", a série que saiu como grande vencedora da noite, "A Voz Suprema do Blues" e "O Gambito da Rainha" também levaram outros prêmios de destaque.

Boa dinâmica

Não é nada fácil fazer uma premiação do tamanho do Globo de Ouro de forma quase 100% remota. Mas a produção acabou se saindo bem. Em comparação com o Emmy do ano passado, por exemplo, não tivemos grandes momentos de tédio.

Discursos ligeiros, premiados sorrindo e boas esquetes de humor - rolou até interação engraçadinha de atores com médicos da linha de frente contra a covid-19 na plateia - fizeram o ritmo da premiação fluir e as três horas até que passaram rápido.

Continua depois da publicidade

Premiação família

Com os atores recebendo os prêmios em casa via videoconferência, conseguimos dar uma espiada na intimidade deles. E alguns vencedores compartilharam momentos de fofura e total conforto com quem estava assistindo.

Foi o caso do ator Mark Ruffalo, que levou o prêmio de melhor ator em minissérie por "I Know This Much is True" e teve seu discurso "invadido" pelos filhos ao fundo, compondo a festa.

Reprodução/TNT - Reprodução/TNT
Imagem: Reprodução/TNT

Fazendo história

Em 2021 tivemos Chloé Zhao fazendo história. Ela levou o prêmio de melhor diretora por "Nomadland", que também levou o prêmio de melhor filme de drama.

Desde 1983, uma mulher não vencia o Globo de Ouro na categoria de direção.

Fonte: UOL Cinemas