Anthony Mackie se diz emocionado por carregar legado do Capitão América

Publicado em 15/11/19 00:00

Gravando O Falcão e o Soldado Invernal, nova série do MCU no Disney+, Anthony Mackie não escondeu a felicidade por dar continuidade ao manto de Capitão América após a saída de Chris Evans da franquia do Marvel Studios. Em entrevista ao Deadline, o ator se disse emocionado e falou da alegria sentida por ser o novo dono do escudo.

Eu estou na indústria há 20 anos e tive a sorte de trabalhar em coisas incríveis com pessoas incríveis”, disse o intérprete do Falcão. “Ser um homem negro nos Estados Unidos em 2019 e receber o posto do Capitão América é monumental. Tem sido extremamente emocionante”, revelou Makie, que lembrou as origens humildes da família, citando o avô, que trabalhava no campo. “Tem muita história, dor, triunfo e alegria em me tornar o Capitão América”.

O ator também comentou a liberdade recebida por ele pela equipe da Marvel Studios para opinar no desenvolvimento de seu personagem, algo rotineiro na vida do ator desde que estreou no MCU em Capitão América: O Soldado Invernal. “Nós estamos há três semanas trabalhando no roteiro (de O Falcão e o Soldado Invernal). Nos encontramos, lemos cenas diferentes, reescrevemos, mexemos em algumas coisas para fazer funcionar”, concluiu o ator.

Kevin Feige anunciou que Emily VanCamp voltará em Falcão e Soldado Invernal como a Agente 13 e que Wyatt Russell será John Walker. Nos quadrinhos, John Walker é conhecido como o Agente Americano – personagem clássico do Capitão América. Ele apareceu pela primeira vez como o Super-Patriota, um super-vilão, e mais tarde virou uma nova encarnação do herói clássico. 

Além de Mackie e Sebastian Stan nos papéis-título, Daniel Brühl retornará como Barão Zemo. Com seis episódios, a produção será lançada no Disney+ no final de 2020, sem data definida até agora.

Fonte: Omelete // Nicolaos Garófalo