Meryl Streep diz que viveu experiência "horrível" filmando O Diabo Veste Prada

Publicado em 15/06/21 03:00

A ganhadora do Oscar Meryl Streep pode ter encarnado à perfeição a severa editora-chefe Miranda Priestly em O Diabo Veste Prada (2006), mas o processo de trabalho para alcançar isso não foi nada prazeroso. A revelação foi feita durante uma reunião do elenco promovida pela Entertainment Weekly para celebrar os 15 anos da produção, quando a atriz classificou a experiência nas filmagens como "horrível".

É que Streep optou por adotar uma atuação de método, ficando no personagem de Miranda até mesmo quando as câmeras não estavam gravando. Segundo ela, isso a levou a ficar desanimada ao longo de todo o processo de filmagem. "Eu estava miserável no meu trailer, enquanto podia ouvir todos curtindo e rindo", lembrou. "Estava tão deprimida. Disse a mim mesma: 'Bem, esse é o preço que se paga por ser a chefe'".

Emily Blunt, que vive a assistente de Miranda Emily Charlton, corroborou a experiência de Streep. "Meryl é tão sociável e divertida para caramba, de alguma maneira não foi o mais divertido para ela ter de se isolar. Não é como se ela fosse intocável, você podia ir até ela e contar um caso engraçado que ela ouviria, mas não sei se foi o mais divertido para ela estar no set de filmagens daquela forma", explicou.

Enquanto isso, Anne Hathaway, que interpretou a protagonista do filme, Andy Sachs, ressaltou que mesmo envolta nesse método ameaçador de atuação, Streep sempre cuidou das colegas de elenco. "Eu sabia que qualquer coisa que ela estivesse fazendo para gerar aquele medo, eu aproveitaria, porque ela também estava ali para cuidar de mim", afirmou.

Adaptação do livro homônimo lançado em 2003, O Diabo Veste Prada segue Andy, uma moça recém-formada e com grandes sonhos que vai trabalhar na conceituada revista de moda Runway; sua função é ser assistente da diabólica Miranda Priestly. Com o passar do tempo, Andy, que não se sente bem no ambiente tenso de trabalho, questiona sua habilidade em continuar na função que assumiu.

Dirigido por David Frankel, o filme contou ainda com Stanley Tucci, Adrian GrenierGisele Bündchen, Tracie Thoms e Rich Sommer. Com um orçamento de US$35 milhões, o filme foi um estrondoso sucesso, fazendo mais de US$326 milhões nas bilheterias do mundo todo.

Fonte: Omelete // Eduardo Pereira