Zack Snyder dá mais detalhes sobre sua saída de Liga da Justiça em 2017

Publicado em 26/01/21 16:00

Em entrevista ao Cinema Blend, Zack Snyder deu mais detalhes sobre sua saída de Liga da Justiça em 2017. Na época o diretor tinha perdido sua filha, que cometeu suicídio, e deixou o projeto para cuidar de sua família:

“Eu estava simplesmente cansado. Eu estava neste lugar de [saber] que minha família precisava mais de mim do que essa besteira, e eu precisava honrar a eles e fazer o melhor que eu pudesse para curar aquele mundo. Eu não tinha energia para lutar contra [o estúdio] e lutar [pelo filme]. Literalmente, zero energia para isso. Acho que isso foi o principal. Acho que há um mundo diferente em que eu fiquei e tentei. E eu sei que poderia, porque todo filme é uma batalha, certo? Eu estava acostumado com isso. Mas eu simplesmente não tive [a energia]. Não havia luta em mim. Eu já tinha sido espancado pelo que estava acontecendo na minha vida e eu não queria, não me importava… foi mais ou menos assim”. 

Com a saída de Snyder na época, o projeto do longa foi assumido por Joss Whedon, que finalizou a versão que foi para os cinemas. No entanto, os fãs de Snyder continuaram pedindo por sua versão, que teve o lançamento anunciado em 2020.

Durante o DC FanDome, foi divulgado que a produção seria dividida em quatro episódios de 1h cada, mas Snyder revelou em sua conta na rede social Vero que sua versão de Liga da Justiça será um filme com 4h de duração. Além disso, Snyder confirmou que o filme não deve ter uma cena pós-créditos e que a data de lançamento deve ser em março deste ano.

Fonte: Omelete // A cozinha