Efeito "Game of Thrones": Europa Central desponta como cenário para indústria do cinema

Publicado em 10/04/19 14:00

É o tipo de manobra que pode fazer Tyrion Lannister, o astuto articulador de "Game of Thrones", sentir-se em casa.

Enquanto os gigantes do streaming Amazon, Netflix e Hulu se preparam para mergulhar em seus próximos sucessos do gênero fantasia e dramas distópicos, os países da Europa Central estão se esforçando para conseguir uma fatia de seus orçamentos de produção.

Equipes experientes, custos trabalhistas mais baixos e generosos incentivos de produção há muito tempo atraem cineastas internacionais para a República Tcheca e a Hungria, mas outros países da região estão entrando no jogo.

Tchecos e húngaros estão considerando aumentar seus incentivos depois que a Romênia aprovou um desconto de produção de até 45% em 2018 e a Polônia introduziu um desconto de 30% em dinheiro, em fevereiro, para manter-se no ritmo de seus vizinhos.

Uma nova diretriz da União Europeia prevista para este ano também deve estimular investimentos, já que exigirá garantias de que ao menos 30% do catálogo de plataformas de vídeo sob demanda para o público europeu sejam obras europeias.

"Esta é uma nova era", disse Agnes Havas, executiva-chefe do Hungarian Film Fund, à Reuters, observando que a série "The Crown", da Netflix, e "Hanna", da Amazon Prime Video, foram rodadas na Hungria.

"O que vemos é que começamos com 30% [de incentivos] e agora estamos olhando para os outros países da Europa e vamos avaliar a situação e ver se devemos pensar em elevá-la novamente no futuro".

O analista de mídia da Bitg Rich Greenfield estima que a Amazon gastará entre US$ 5 bilhões e US$ 6 bilhões em 2019 em conteúdo, enquanto a Netflix investirá US$ 15 bilhões - com uma parte significativa do orçamento da Netflix fluirá para o exterior.

"Estamos cientes de que há uma mudança na produção global e você não pode ignorar as grandes empresas de streaming", disse Anna Dziedzic, da Film Commission Poland, à Reuters. Em 2018, a Netflix filmou "1983" no país, a primeira série polonesa original da empresa. "Eles são um dos maiores jogadores agora. Você precisa se adaptar ao ambiente em mudança e é preciso ter isso em mente", disse Dziedzic à Reuters.

A Amazon e a Netflix se recusaram a comentar sobre seus planos na região.

Uma paisagem repleta de castelos e campos deslumbrantes faz da Europa Central um cenário versátil para espetáculos históricos e de fantasia, cada vez mais populares, que buscam lucrar com o sucesso de séries como "Game of Thrones".

"Chame isso de 'efeito Game of Thrones'. Muito disso é fantasia ou histórico, o que naturalmente gravita em torno dessa parte do mundo", disse David Minkowski, chefe de produção na Stillking Films, à Reuters.

"Não é só a arquitetura histórica fenomenal aqui (República Tcheca), mas também a vasta quantidade de adereços, figurinos e talentos locais que tornam mais barato e fácil de fazer esses tipos de série", afirmou Tomas Krejci, fundador das produtoras Milk and Honey Pictures e Prague Studios.

Fonte: UOL Cinemas // Michael Kahn