Cinco filmes sobre cientistas inspiradoras que você precisa conhecer

Publicado em 11/04/19 05:00

A americana Katherine Bouman, professora assistente de ciência da computação no Instituto de Tecnologia da Califórnia, entrou para história ontem ao capturar a primeira imagem real de um buraco negro no espaço.

Pela repercussão do feito, a pesquisadora de 29 anos, que faz parte do projeto Event Horizon Telescope, se credencia a ter sua vida contatada no cinema no futuro, a exemplo de outras cientistas célebres.

Relembre cinco filmes retrataram cientistas da vida real.

"Estrelas Além do Tempo" (2016)

Narra a trajetória de uma equipe de matemáticas negras que desempenharam papel decisivo na Nasa durante os primeiros anos do programa espacial, em plena Guerra Fria. Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughan (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe) tiveram de enfrentar vários tipos de preconceito plena era da era da segregação racial, quando elas não tinham direito nem de usar o banheiro no local de trabalho.

Reprodução
Imagem: Reprodução

"Nas Montanhas dos Gorilas" (1988)

Retrata o célebre trabalho da naturalista Dian Fossey (Sigourney Weaver), que viajou às montanhas africanas de Ruanda para estudar gorilas e, passou, a militar na causa e defendê-los das garras de caçadores. Trata-se de uma bela história de amor pela ciência e pelo direito dos animais. Com belas atuações e direção, o filme venceu dois Globos de Ouro e foi indicado a cinco estatuetas do Oscar.

Reprodução
Imagem: Reprodução

"Temple Grandin" (2010)

Inspirado na biografia de Temple Grandin (Claire Danes), este telefilme acompanha a inspiradora jornada de uma mulher autista que se torna uma das principais cientistas da indústria de manejo de animais em fazendas e abatedouros. Suas técnicas revolucionaram a pecuária americana e, em 2010, ela foi citada pela revista Time na lista das cem pessoas mais influentes do mundo na categoria "heróis".

Divulgação/HBO
Imagem: Divulgação/HBO

"Alexandria" (2009)

Acompanha Hipátia, professora de astronomia e filósofa, considerada a primeira matemática. Pupila de Plotino, viveu em Alexandria, no Egito, entre os anos 355 e 415, época da dominação romana. Por ter se recusado a se converter ao cristianismo, foi acusada de bruxaria. A história apresenta uma licença romântica que inclui a ligação entre Hipátia e um de seus escravos.

Reprodução
Imagem: Reprodução

"Marie Curie: The Courage of Knowledge" (2016)

Dirigido por Marie Noëlle, o longa mostra a luta da física e química Marie Curie (Karolina Gruszka) por reconhecimento na comunidade científica francesa no início dos século 20, dominada por homens. Sua maior contribuição foi simplesmente a descoberta da radioatividade e de novos elementos químicos. Ela também foi a primeira mulher a ser admitida como professora na Universidade de Paris e a primeira a ganhar um Nobel.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Fonte: UOL Cinemas // Leonardo Rodrigues