Roseanne culpa colega por fim de série: "Destruiu a minha vida"

Publicado em 25/03/19 11:00

Roseanne Barr ainda não superou sua demissão da série "Roseanne", ocorrida após a publicação de um tuíte com comentários racistas. Mas a atriz culpa especialmente a colega de elenco Sara Gilbert por todo o imbróglio.

Em entrevista ao jornal "The Washington Post", Barr disse que Sara foi responsável por acabar com a série ao afirmar que os seus comentários eram "repulsivos e não refletiam as crenças do elenco e da equipe da série".

"Ela destruiu a série e a minha vida com aquele tuíte", declarou Barr. "Ela não vai estar satisfeita até comer meu fígado com um bom Chianti".
Ao jornal, Gilbert respondeu em um tom conciliatório: "Apesar de estar extremamente decepcionada e de coração partido pela dissolução da série original, ela sempre será da família, e eu sempre amarei 'Roseanne'".

evival da uma série de sucesso dos anos 1990, "Roseanne" já estava renovada para uma segunda temporada quando a protagonista publicou o comentário racista, em maio do ano passado. No mesmo dia, a Disney optou por cancelar a sitcom. Em seu lugar, entrou "The Conners", spin-off que acompanha o dia a dia da família da série, sem Barr.

atriz também guarda mágoas de Tom Werner, produtor executivo de "Roseanne". De acordo com ela, Werner a convenceu a fazer o acordo que permitia a produção e a veiculação de "The Conners" sem qualquer participação sua. O produtor teria dito que o acordo a permitiria sair com uma boa imagem, e que ele viria a público pessoalmente dizer que ela não era racista.

A promessa, porém, nunca foi cumprida, segundo Barr - e as esperanças que ela tinha de aparecer no spin-off foram por água abaixo quando ela sua personagem foi morta. Agora, ela considera processar Werner e a emissora ABC.

Fonte: UOL Cinemas