Mesmo com cinemas abertos, 'Raya e o Último Dragão' não vai bem em estreia

Publicado em 08/03/21 09:00

Os cinemas de Nova York receberam clientes pela primeira vez em quase um ano neste fim de semana — e, mesmo assim, alguns lançamentos importantes ainda tiveram dificuldades para vender ingressos, um sinal de que a ressurreição das bilheterias talvez não esteja em jogo pelos próximos meses.

"Raya e o Último Dragão", uma animação de aventura e fantasia da Disney, estreou com US$ 8,6 milhões (R$ 48,4 milhões) em 2.045 telas. Não conseguiu igualar a impressionante (para a pandemia) estreia de "Tom & Jerry", que levou US$ 14,1 milhões (R$ 80,2 milhões) no último fim de semana, um pequeno sinal de esperança para o setor que vem sofrendo há muito tempo.

"Raya e o Último Dragão" também esteve disponível para assinantes da Disney Plus, por uma taxa adicional de R$ 69,90 (no Brasil), método que a empresa havia utilizado também com "Mulan".

Embora a estreia tenha sido apenas uma fração do que um filme familiar de alto orçamento faria nos tempos pré-coronavírus, "Raya" faturou o bastante para ficar em primeiro lugar na bilheteria dos EUA neste fim de semana.

Globalmente, "Raya" arrecadou US$ 26 milhões (R$ 147,9 milhões), com China e Rússia dando as principais contribuições, com US$ 8,4 milhões (R$ 47,8 milhões) e US$ 2,8 milhões (R$ 15,9 milhões), respectivamente.

Em seu segundo fim de semana, "Tom & Jerry", da Warner Bros, arrecadou US$ 6,6 milhões (R$ 37,5 milhões) na bilheteria norte-americana, chegando a um total de US$ 23 milhões (R$ 130,9 milhões). O filme também está disponível no HBO Max.

Cena do trailer de 'Tom & Jerry: O Filme' - Reprodução/YouTube - Reprodução/YouTube
Cena do trailer de 'Tom & Jerry: O Filme'
Imagem: Reprodução/YouTube

A Warner Bros. está colocando todos os seus filmes de 2021 no serviço simultaneamente aos cinemas, uma medida que demonstra a importância crescente das plataformas de streaming.

"Tom & Jerry" arrecadou US$ 11,6 milhões (R$ 66 milhões) fora dos EUA, em 36 mercados, chegando a uma bilheteria mundial de US$ 57,3 milhões (R$ 326,1 milhões).

Fonte: UOL Cinemas // UOL