Incêndio criminoso em estúdio de animação no Japão deixa mais de 20 mortos

Publicado em 18/07/19 09:00

Mais de 20 pessoas morreram hoje e outras dezenas ficaram feridas por conta de um incêndio provocado em um estúdio de animação da cidade de Kioto, no Japão, de acordo com informações da emissora de TV estatal "NHK".

A Kyoto Animation, com cerca de 160 funcionários, foi criada em 1981 e produz programas de cinema e anime para a televisão. Entre suas produções estão K-ON! e A Melancolia de Haruhi Suzumiya.

No momento, fala-se em pelo menos 25 vítimas fatais e 36 pessoas feridas, com cinco indivíduos que estavam no local ainda sem a situação confirmada. As 10 pessoas sem sinais vitais foram encontradas no interior do prédio, algumas no terceiro andar e outras em uma escadaria que leva ao telhado, disse a autoridade dos bombeiros.

JIJI PRESS / AFP
Imagem: JIJI PRESS / AFP

Segundo a NHK, uma pessoa não identificada jogou um líquido semelhante a gasolina nas instalações da Kyoto Animation por razões ainda desconhecidas.

A polícia colocou sob custódia um homem de 41 anos que gritou "morram" enquanto espalhava o que parecia ser gasolina ao redor do edifício de três andares da empresa Kyoto Animation pouco depois das 10h (horário local), segundo a emissora pública NHK, que publicou um vídeo com o momento em que ele é apreendido.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, classificou o incêndio na cidade de Kyoto --o episódio de violência brutal mais recente em um país conhecido por suas taxas de crime baixas-- como "assombroso demais para as palavras", e expressou condolências pelas vítimas.

Divulgação
Ilustração de The Melancholy of Haruhi Suzumiya Imagem: Divulgação

A empresa, com cerca de 160 funcionários, foi criada em 1981 e produz programas de cinema e anime para a televisão. Entre suas produções estão "K-ON!" e "A Melancolia de Haruhi Suzumiya".

A "NHK" divulgou imagens onde aparecem as chamas saindo por uma das janelas e fumaça por outras, enquanto os bombeiros tentam combater o incêndio no edifício, de três andares.

A mesma emissora disse que um dos vizinhos do prédio relatou ter ouvido um barulho alto como uma explosão, antes do incêndio começar.

"Ouvi o som dos caminhões dos bombeiros e saí de casa, e vi grandes chamas brotando do edifício", disse um menino de 16 anos, segundo citação da NHK.

"Agentes do Corpo de Bombeiros estavam tentando resgatar os feridos em um parque próximo, mas parece que não eram suficientes", acrescentou.

O premiê Abe disse se tratar de um incêndio criminoso.

"Hoje, muitas pessoas foram mortas e feridas em um caso de assassinato por incêndio criminoso em Kyoto", escreveu no Twitter. "É assombroso demais".

O suspeito está ferido e sendo tratado em um hospital, por isso a polícia ainda não conseguiu interrogá-lo, disse a NHK.

O caso desta quinta-feira é o pior incidente de violência no Japão desde um incêndio criminoso em um prédio de Tóquio em 2001. Na época, 44 pessoas morreram.

Fonte: UOL Cinemas // UOL