Filme na Netflix é acusado de plagiar pôster do game "The Last of Us"

Publicado em 08/01/19 19:00

Um pôster do filme "What Still Remains", que faz parte do catálogo da Netflix norte-americana, foi acusado de plagiar uma arte do famoso game "The Last of Us".

As semelhanças são várias: a fonte usada para o título do projeto; a posição dos personagens/atores nas imagens; a ambientação pantanosa, com detalhes de vegetação aos pés do personagens masculino; e os prédios enfileirados tombados praticamente na mesma posição.

Nas redes sociais, o diretor criativo de "The Last of Us 2", Neil Druckmann, reparou na "coincidência" entre os dois cartazes. "Espera... isto é de verdade?".

O game exclusivo do PlayStation foi lançado em 2013, enquanto o filme estrelado por Colin O'Donoghue e Lulu Antariksa chegou ao serviço cinco anos depois. O curioso é que até a história de ambos os projetos são semelhantes.

Enquanto "The Last of Us" conta a saga de uma adolescente e um homem sem vínculos familiares sobrevivendo em um mundo pós-apocalíptico, "What Still Remains" mostra uma jovem que perdeu a família e encontra um viajante em um mundo destruído.

"What Still Remains" é o primeiro filme do diretor Josh Mendonza, e foi elogiado pela crítica internacional. Segundo o Los Angeles Times, a produção mostra uma "versão diferente de um mundo pós-apocalíptico" focada mais no diálogo do que nos filmes de ação.

Já a Decider cravou que o projeto é uma ótima escolha para ver um filme de terror caso tenha gostado de "Bird Box".

Fonte: UOL Cinemas // Rodolfo Vicentini