Atriz é detonada por supostas plásticas, e até ex-Superman cai na polêmica

Publicado em 13/02/20 16:00

O nome de Ashley Judd foi parar entre os tópicos mais comentados do Twitter na noite de ontem, mas não foi por um bom motivo. A atriz apareceu em um vídeo apoiando a democrata Elizabeth Warren como candidata à presidência dos EUA, mas foi seu visual que chamou a atenção.

Judd, que é conhecida por papéis em filmes como "Fogo Contra Fogo" (1995) e "Divergente" (2014), surgiu com o rosto inchado na gravação, levando muitos internautas a presumirem que a norte-americana fez cirurgias plásticas.

"O que aconteceu com o rosto da Ashley Judd?", tuitou um seguidor de Warren nas respostas do vídeo. "Onde foram parar os olhos dela? Ela consegue enxergar?", disse outra. "Quem é o cirurgião dela? Ela devia processá-lo", disse mais uma.

"Ela era tão linda e teria envelhecido tão bem, mas agora é tão falsa quanto a sua herança indígena", escreveu outra, se referindo à polêmica em torno da família de Warren, que dizia ter ancestrais nativo americanos.

A mudança na aparência de Judd, no entanto, pode ser explicada com algo bem diferente das supostas cirurgias plásticas: uma medicação chamada prednisona, que a atriz toma regularmente para controlar um caso grave de sinusite.

A polêmica acabou envolvendo até o ator Dean Cain, conhecido como o Superman da série Lois & Clark (1993-1997). Em resposta ao vídeo de Judd, ele tuitou: "Eu não sei o que dizer aqui... Certamente, eu não tenho nada positivo a dizer, então ficarei quieto".

Cain, que mais recentemente ficou conhecido por posicionamentos políticos conservadores nos EUA, acabou tendo que esclarecer que seu comentário era sobre o apoio de Judd a Warren, e não a aparência da atriz.

"Eu não disse nada sobre o rosto dela. O meu problema é que ela apoia as políticas de Elizabeth Warren — mas vocês podem continuar por aí inventando histórias se quiserem...", escreveu em resposta a um seguidor.

Fonte: UOL Cinemas // UOL