Após batalha, "Game of Thrones" retorna com politicagem e mortes brutais

Publicado em 06/05/19 00:00

ATENÇÃO: O texto abaixo contém spoilers do quarto episódio da oitava temporada de "Game of Thrones". Não leia se não quiser saber o que acontece.

Após a Batalha de Winterfell, que trouxe a derrota do Rei da Noite e seus White Walkers, parecia que "Game of Thrones" tinha pouca coisa a resolver em seus três episódios finais, cada um com cerca de 1h20 de duração. Mas só parecia. O que se viu no quarto episódio da oitava temporada, exibido hoje, foi que nem mesmo o fim da (suposta?) maior guerra de todas é capaz de trazer paz aos Sete Reinos, já novamente às voltas com politicagens e mortes brutais, daquelas sob medida para chocar os fãs.

Com suas atenções voltadas agora à luta contra Cersei (Lena Headey), que ocupa o Trono de Ferro em Porto Real, Daenerys não só teve sua liderança questionada nos bastidores como sofreu duas perdas gravíssimas: a de seu dragão Rhaegal, atingido pelas tropas de Euron Greyjoy (Pilou Asbaek), e a Missandei (Nathalie Emmanuel), executada por Montanha (Hafthór Júlíus Björnsson) a mando de Cersei.

*Mais informações em instantes

Fonte: UOL Cinemas // Beatriz Amendola