Aladdin bate marca do US$ 1 bilhão nas bilheterias mundiais

Publicado em 26/07/19 16:00

Se um dos desejos da Disney para o Gênio foi ter mais um filme acima da marca do US$ 1 bilhão em 2019, considere o trabalho feito. Aladdin, remake live-action da animação de 1992, acaba de ultrapassar a barreira, se tornando o terceiro filme da empresa a entrar no "clube do bilhão" este ano.

Além de Aladdin, a Disney alcançou a marca com Vingadores: Ultimato (que é o filme mais lucrativo da história do cinema, com US$ 2,79 bilhões) e Capitã Marvel (US$ 1,12 bilhão). Nas próximas semanas, outros dois filmes da Disney, Toy Story 4 (US$ 868 milhões) e O Rei Leão (US$ 713 milhões), também podem entrar nessa lista.

Enquanto isso, o estúdio ainda tem grandes lançamentos, como Star Wars: A Ascensão Skywalker (19 de dezembro no Brasil) e Frozen 2 (2 de janeiro de 2020 por aqui, mas em novembro nos EUA), engatilhados para o restante do ano.

Aladdin é também a terceira adaptação live-action da Disney a ultrapassar a marca do bilhão. A Bela e a Fera (US$ 1,26 bilhão) e Alice no País das Maravilhas (US$ 1,02 bilhão) também conseguiram o feito.

A nova versão de Aladdin, dirigida por Guy Ritchie (Sherlock Holmes), contou com Mena Massoud no papel título, um ladrão que tenta conquistar a princesa Jasmine (Naomi Scott) com a ajuda dos três desejos concedidos por um Gênio (Will Smith).

Fonte: UOL Cinemas // Caio Coletti