Stephen King diz que Doutor Sono redime trabalho de Kubrick em O Iluminado

Publicado em 12/11/19 19:00

Não é segredo para ninguém que o escritor Stephen King odeia a adaptação de O Iluminado dirigida por Stephen King. Então para conseguir a autorização para adaptar Doutor Sono, a sequência do primeiro livro, o diretor Mike Flanagan precisou se esforçar ainda mais.

Stephen King foi um dos primeiros a ver a obra pronta e aprovou o resultado. "O filme terminou, e os créditos apareceram, e ele se inclinou, colocou a mão no meu ombro e disse: 'Você fez um belo trabalho'. E então eu apenas morri", conta o diretor.

Além disso, King afirmou que a adaptação de Doutor Sono feita por Flanagan o ajudou a fazer as pazes com o filme de Stanley Kubrick. Segundo Flanagan, King teria dito que o filme "aquecia" os sentimentos dele em relação ao filme de Kubrick.

"Todo o objetivo desde o início era aproximar os dois de qualquer maneira, reconciliar aquele abismo entre O Iluminado de Kubrick Shining e O Iluminado de King", confessa o diretor.

O livro de King e o filme de Kubrick terminam de formas diferentes e Flanagan precisou convencer King que seu filme deveria seguir parte do enredo deixado por Kubrick.

"Eu disse: 'Olha, sou fanático por King, sou desde criança, você é meu herói, mas quando leio Doutor Sono, todas as imagens na minha cabeça são de Kubrick'", explica o cineasta.

O roteiro de Flanagan conseguiu vencer a relutância de King. Após ler o roteiro, o escritor se afastou do projeto, mas deixou um conselho. "O livro é o livro e eu quero que o filme seja seu. Eu não quero interferir".

Ainda assim, o diretor afirmou que tinha um medo constante da reação de King ao ver o filme e que ficou muito aliviado com a aprovação do ídolo.

Fonte: UOL Cinemas // UOL