Star Wars | Fox achou que Episódio I destruiria a franquia

Publicado em 19/11/20 00:00

Muito antes de a Trilogia Sequência dividir os fãs de Star Wars, a Trilogia Prelúdio já causava um racha não só entre os apreciadores da franquia, mas também entre os produtores. De acordo com o livro The Star Wars Archives: 1999-2005, lançado recentemente no Reino Unido, a 20th Century Fox, que produzia os longas da saga junto da Lucasfilm, teria dito a George Lucas que focar o Episódio I – A Ameaça Fantasma em um Anakin Skywalker de dez anos “destruiria a franquia” (via Polygon).

Ele disse às pessoas na Lucasfilm que estava ‘fazendo o filme que ninguém queria ver’, mas que preferia fazer isso a contar a mesma história o tempo todo. E, sejamos justos com George, o filme fez U$ 1 bilhão”. Embora a atuação de Jake Lloyd como o pequeno Anakin – e o ritmo do longa como um todo – tenha desagradado diversos fãs, o Episódio I passou longe de destruir a saga – muito pelo contrário. Nos últimos 21 anos, Star Wars ganhou mais oito longas no cinema, incluindo os derivados A Guerra dos Clones (2008), Rogue One (2016) e Han Solo (2018), além de continuar sua expansão em outras mídias, como gibis, livros e TV.

Além dessas revelações, The Star Wars Archives: 1999-2005 também traz outras curiosidades, como os planos originais do Criador para a Trilogia Sequência. Segundo o livro, Leia teria um papel significativamente maior nos Episódios VII, VIII e IX, que, além de mostrá-la reconstruindo a República como a nova Suprema Chanceler, revelaria a líder rebelde como A Escolhida.

Lucas também pretendia trazer Darth Maul, estiloso Sith apresentado em A Ameaça Fantasma, como grande vilão dos novos longas. Tendo sobrevivido o confronto com Obi-Wan, o antagonista aproveitaria o fim do Império para assumir o posto de chefão do crime da galáxia, criando problemas para Leia, Luke e a nova geração de Jedi.

A franquia Star Wars está disponível na Disney+.

Fonte: Omelete // Nicolaos Garófalo