Sindicato define diretrizes para evitar desconforto em atores com cenas de sexo

Publicado em 28/02/24 14:00

O Sindicato dos Atores de Hollywood definiu novas diretrizes para garantir que os atores sintam mais segurança e conforto para gravar cenas de sexo em filmes e séries. A novidade chega pouco depois de o filme Miller's Girl receber duras críticas pelas cenas que traz entre Jenna Ortega Martin Freeman

"Os profissionais devem se sentir seguros, confortáveis e confiantes em engajar com seus coordenadores de intimidade", disse um membro do sindicato ao Deadline. O novo direcionamento afirma: "Coordenador de intimidade devem manter a confidencialidade do trabalho de seus atores e de sua própria experiência em performar cenas altamente sensíveis a menos que eles tenham permissão dos envolvidos para compartilhar essas informações. A divulgação de detalhes sobre uma cena envolvendo um ator sem o seu consentimento é inaceitável".

Recentemente o filme Miller's Girl teve cenas vazadas que trazem Martin Freeman e Jenna Ortega, que possuem 31 anos de diferença, em cenas íntimas. Os fãs da atriz ficaram incomodados e reclamaram nas redes sociais. A coordenadora de intimidade do filme, Kristina Arjona, se manifestou e disse que nenhum limite foi ultrapassado. A novidade é pensada para evitar problemas futuros e garantir que os atores tenham segurança no set e que o público tenha ciência disso.

Os coordenadores de intimidade são responsáveis por garantir que cenas de cunho sexual em filmes e séries sejam tratados da forma mais respeitável possível para os atores. O trabalho é, em suma, garantir que os envolvidos na cena tenham conforto e segurança antes, durante e depois das gravações.