Mudanças, traumas e mais: o que você precisa saber antes do novo 'Pânico'

Publicado em 13/01/22 05:00

"Pânico" chega hoje aos cinemas do Brasil e, depois de 11 anos sem termos nenhum filme da franquia, o quinto longa traz uma nova história aos fãs. Criado por Wes Craven e lançado em 1996, "Pânico" foi um sucesso de bilheteria e crítica, entrando para o hall de filmes que todos aqueles que gostam do terror devem assistir.

Eternizado pela máscara chamada de "ghostface", o assassino de "Pânico" entrou para o imaginário popular ao lado de Jason Voorhees — de "Sexta-feira 13" — e Freddy Krueger — de "A Hora do Pesadelo", também criado por Wes Craven.

No entanto, não foi apenas o "rosto" do maníaco que ficou famoso, pois Sidney Prescott, a "sobrevivente" de Pânico, e seus amigos Dewey Riley e Gale Weathers, também são bastante conhecidos do público.

Com a chegada do novo filme da franquia, Splash separou alguns fatos que você deve se lembrar antes de assistir ao novo "Pânico".

Sem Wes Craven

Infelizmente, o criador e diretor Wes Craven morreu no dia 30 de agosto de 2015 e não esteve envolvido na produção deste novo longa. Portanto, o filme que chegou hoje aos cinemas é o primeiro da saga que não contará com ele.

A direção de "Pânico" é de Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett, dupla responsável por "Casamento Sangrento" (2019), filme que mistura comédia e terror e agradou bastante a crítica na época de seu lançamento.

Só "Pânico"?

Você deve ter percebido que, mesmo que se trate do quinto filme da franquia, não chamamos o longa de "Pânico 5". O estranhamento é compreensível, uma vez que as continuações lançadas anteriormente se chamam "Pânico 2" (1997), "Pânico 3" (2000) e "Pânico 4" (2011).

A Paramount Brasil, responsável pela distribuição do longa no país, foi bem categórica quanto ao do filme: apenas "Pânico", assim como o original. Em inglês, é "Scream".

Mas, por que isso? Bom, não é possível cravar o motivo sem antes assistir ao novo longa, mas conhecendo a franquia, é possível adivinhar que se trate de algo relacionado à metalinguagem e às homenagens sempre presentes nas produções da saga.

Filme que sabe que é um filme

Ok, dizer que a saga "Pânico" é consciente que é uma franquia de filmes de terror talvez seja demais, mas em todos os capítulos é possível ver a metalinguagem presente e como os personagens parecem entender que estão vivendo um longa de horror.

Em diversos momentos, diálogos e ações mostram que estão vivendo sob as regras de filmes de terror, e isso sim de maneira consciente.

Sidney: a sobrevivente

Não tem para ninguém: Sidney Prescott é uma das maiores sobreviventes de todos os tempos — ou "final girl", como o filme chama. Em todos os filmes, os massacres são feitos por pessoas que querem atingir Sidney, seja por vingança ou por desejo da fama que ela mesma conseguiu.

Ela está presente novamente no novo filme, mas ainda não é possível dizer se a motivação para as mortes também serão relacionadas à personagem.

Interpretada desde 1997 por Neve Campbell, a jovem começa a ser perseguida pelo assassino em "Pânico", pouco tempo depois que sua mãe, Maureen Prescott, é assassinada de maneira brutal. Ela enfrenta seus traumas, diferentes assassinos e conseguiu se manter viva até este novo "Pânico". Mas, será que conseguirá novamente?

Neve Campbell aparece para anunciar 'Pânico 5' - Reprodução - Reprodução
Neve Campbell aparece para anunciar 'Pânico 5'
Imagem: Reprodução

Dewey Riley e Gale Weathers

O casal da franquia também está de volta! Dewey Riley e Gale Weathers retornam mais uma vez interpretados pelo ex-casal da vida real: David Arquette e Courteney Cox. O policial e a jornalista se conheceram em "Pânico" (1997), e em "Pânico 4" é revelado que eles estão casados há dez anos.

Assim como Sidney, os dois são alvos recorrentes do assassino e por diversas vezes os fãs acharam que eles tinham morrido. No entanto, assim como Michael Myers, da franquia "Halloween", os dois sempre voltam — para o alívio de todos.

Tenho que assistir à série?

Uma série baseada em "Pânico" foi lançada em 2015. Intitulada de "Scream", a produção conta com três temporadas, sendo duas delas sobre uma história e a terceira sobre outra.

Caso você não tenha assistido à produção ou nem mesmo sabia que ela existia, não tem problema algum, afinal as narrativas não se encontram. "Scream" é uma espécie de homenagem feita a "Pânico", mas não continua ou explica nenhum dos acontecimentos dos filmes. Se houver interesse, as três temporadas estão disponíveis na Netflix.

Agora você já sabe tudo!

Menos quem é o assassino de "Pânico". Mas tudo bem, essa resposta só assistindo ao filme para saber.

Fonte: UOL Cinemas // Fernanda Talarico