Morgan Spurlock, diretor de Super Size Me, morre aos 53 anos

Publicado em 24/05/24 12:00

Morgan Spurlock, diretor do documentário Super Size Me: A Dieta do Palhaço, morreu ontem (23) aos 53 anos. Ele estava internado em Nova York, nos Estados Unidos, enquanto lutava contra um câncer.

A morte do diretor foi confirmada por sua família em comunicado oficial. "Foi um dia triste, quando nos despedimos do meu irmão Morgan. Morgan deu muito através de sua arte, ideias e generosidade. Hoje o mundo perdeu um verdadeiro gênio criativo e um homem especial. Estou muito orgulhoso de ter trabalhado junto com ele", disse Craig Spurlock, que trabalhou com o irmão em vários projetos.

Spurlock ficou mundialmente conhecido por Super Size Me: A Dieta do Palhaço, quando documentou sua experiência de passar um mês comendo apenas lanches do McDonald’s para mostrar os efeitos devastadores no corpo. Na época, o filme foi indicado ao Oscar de Melhor Documentário.

Pelas regras do documentário, Spurlock não poderia recusar a opção super-size (maior combo do cardápio norte-americano) se solicitado durante a transação. O cineasta também se exercitou menos para corresponder à atividade física do americano médio. Ao final do experimento, Spurlock afirmou que ganhou 25 quilos e sofria de depressão e disfunção hepática.

O documentário arrecadou mais de US$ 22 milhões na bilheteria. Após o lançamento, o McDonald’s descontinuou a opção super-size de suas redes.

Nos 13 anos seguintes a Super Size Me, Spurlock obteve sucesso adicional com sua produtora Warrior Poets, produzindo e dirigindo cerca de 70 documentários e séries de televisão. Seus trabalhos eram famosos pela abordagem de assuntos controversos e atuais, como a guerra no Afeganistão e a discussão do salário mínimo nos EUA.

Em 2017, o diretor lançou Super Size Me 2: O Frango Nosso de Cada Dia, sequência em que ele abre a sua própria rede de fast food e segue com sua batalha contra a indústria de alimentos.