Lori Loughlin e marido são indiciados por lavagem de dinheiro

Publicado em 09/04/19 15:00

A atriz Lori Loughlin ("Fuller House") e seu marido, Mossimo Giannulli, foram indiciados com outros 16 pais e mães norte-americanos por empregar uma série de técnicas ilegais a fim de que seus filhos fossem aceitos em universidades do país. As informações são do site da Variety.

Loughlin e Giannulli enfrentam acusações de conspiração para cometer fraude e lavagem de dinheiro. Segundo investigação do FBI, o casal pagou US$ 500 mil para a USC a fim de que suas filhas fossem aceitas como bolsistas da equipe de remo da universidade, embora elas não praticassem o esporte.

O indiciamento oficial de Loughlin e companhia vem um dia depois da admissão de culpa de outro grupo de pais e mães acusados na investigação. Outra atriz, Felicity Huffman, preferiu declarar sua culpa ao invés de esperar pelo processo.

Loughlin já perdeu o seu papel recorrente em "Fuller House" por causa do escândalo. Ela não aparecerá na quinta e última temporada da comédia da Netflix, embora interprete a personagem Tia Becky desde o início da série "Três é Demais" (1987-1995), que deu origem ao reboot.

Fonte: UOL Cinemas // Caio Coletti