Jim Cummings, dublador do Ursinho Pooh, é acusado de estupro por ex-mulher

Publicado em 03/05/19 23:00

O lendário dublador americano Jim Cummings, que já deu voz a mais de centenas de personagens da Disney, incluindo Ursinho Pooh, Tigrão e Geppetto, está sendo acusado pela ex-mulher Stephanie de estupro, toxicodependência e abuso de animais, publicou o site The Blast.

O ex-casal briga na Justiça pela custódia das duas filhas menores de idade, Johanna e Lulu. Jim e Stephanie Cummings se casaram em 2001 e se divorciaram dez anos depois, e os casos teriam ocorrido após o casamento terminar, entre 2011 e 2018.

De acordo com documentos obtidos pela The Blast, Stephanie afirma que, desde o divórcio, Jim "se envolveu casos de "abuso físico, sexual e emocional, incluindo mas não limitado a ameaças de morte, estupro e vários comportamentos sexuais forçados sem meu consentimento".

Getty Images/Reprodução
Jim, Stephanie e filha na pré-estreia da animação A Princesa e o Sapo, da Disney Imagem: Getty Images/Reprodução

O estupro teria acontecido em 2013, após episódios de abusos sexual na frente da filha, quando ela tinha 4 anos de idade. Na época, Stephanie chegou a frequentar uma clínica de reabilitação por "codependência", e o marido a perseguiu até o local e foi convidado a se retirar.

Ela afirma ainda que, frequentemente e sem consentimento, ele tocava suas nádegas, virilha e seios. "Ele me segurava no lugar tentando me beijar e acariciar. Ele me espancava na frente de nossas filhas. Ele fazia comentários sexuais que eu achava repugnantes", afirma Stephanie.

Entre as acusações também estão abuso de drogas e de violência contra animal. Segundo ela, o ex-marido chegou a colocar o cachorro do casal, que havia urinado dentro de casa, em um balde de metal do lado de fora em um dia que fazia mais de 38 graus. "Ele quase morreu."

Jim Cummings... - Veja mais em https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2019/05/03/jim-cummings-dublador-do-ursinho-pooh-e-acusado-de-estupro-por-ex-mulher.htm?cmpid=copiaecola

De acordo com o The Blast, Jim Cummings nega as acusações e alega que está tentando resolver a situação amigavelmente com a ex-mulher, que, segundo ele, está tomando medicação e pode ter desenvolvido um distúrbio mental, que teria piorado após o dia em que recusou a levá-la para a estreia do filme da Disney "Christopher Robin", em 2018.

Fonte: UOL Cinemas // Leonardo Rodrigues