Jackie Chan antes da fama: dois filmes raros do ator estão na Netflix

Publicado em 09/06/19 05:00

Considerado um dos grandes mestres dos filmes de ação, Jackie Chan já trabalhou como figurante e dublê antes do sucesso. O começo foi na indústria cinematográfica de Hong Kong, ainda na década de 70, e dois filmes desta época entraram para o catálogo da Netflix.

As produções mostram o ator na casa dos 20 anos fazendo as mesmas coisas que o transformaram em um astro em Hollywood: muita agilidade e momentos cômicos misturados com golpes criativos.

Claro que as tramas não são muito desenvolvidas, mas ainda assim as produções são divertidas e é curioso ver o começo da carreira do ator em filmes que são difíceis de encontrar no Brasil.

"O Jovem Tigre" (1973)

Reprodução
Pôster do filme "O Jovem Tigre", com Jackie Chan Imagem: Reprodução

O filme ganhou status de cult após Jackie Chan se transformar em uma máquina de bilheteria, mas o papel dele é bem pequeno -- e é difícil até reconhecê-lo. O protagonista na história é o ator Charlie Chin, que vive um taxista perseguido por uma gangue de criminosos após uma passageira deixar uma bolsa valiosa no banco de seu carro. Chan faz o líder dos bandidos.

Na época com 19 anos, o ator levava a vida como dublê e chegou a trabalhar com ninguém menos que Bruce Lee em "A Fúria do Dragão" e "Operação Dragão".

No ano de 1971, Jackie Chan ganhou sua primeira oportunidade como ator em "Little Tiger of Canton" e nos anos seguintes conseguiu papéis menores como no projeto "O Jovem Tigre". O que vemos na Netflix é apenas uma premissa do ator, que ficou restrito ao papel e não conseguiu mostrar toda a sua habilidade.

Ainda assim, é impressionante como os filmes de ação mudaram ao longo dos anos. O cuidado com o realismo era praticamente inexistente, e as produções de Hong Kong sempre privilegiaram a coreografia das lutas e os sons caprichados dos golpes.

"O Mestre Invencível" (1978)

Reprodução
Jackie Chan em pôster de "O Mestre Invencível" Imagem: Reprodução

Este filme tem mais a "cara" de Jackie Chan, misturando muito humor com cenas de ação. O protagonista interpreta Wong, um malandro de bom coração que toma um chá de cadeira do pai. Quem vai ensinar o jovem a entrar na linha é um mestre das artes marciais controverso.

Entre os melhores momentos está um flerte atrapalhado de Chan que resulta em uma luta com a mãe de sua pretendente, além de um combate engraçado de kung fu. Aos poucos, Wong vira um especialista nas artes marciais e as lutas ficam ainda mais criativas, com a assinatura de Jackie Chan.

"O Mestre Invencível" foi responsável por colocar a carreira do ator no estrelato. Após dois anos, ele fazia sua estreia em Hollywood com "O Grande Lutador", mas na sequência retornaria para Hong Kong até abraçar de vez os Estados Unidos no final dos anos 80 com os sucessos "Projeto China 2: A Vingança" e "Police Story 2: Codinome Radical".

Fonte: UOL Cinemas // Rodolfo Vicentini