Gary Oldman suava vodca e acordava com língua preta no auge do alcoolismo

Publicado em 03/03/21 15:00

Gary Oldman abriu o jogo sobre o vício em álcool para o Los Angeles Times, dizendo que sua experiência com o abuso de bebidas ajudou a trazer autenticidade para o papel do roteirista Herman Mankiewicz em "Mank", outro alcoólatra.

Eu costumava suar vodca. A bebida se torna parte de você. Minha língua estava preta quando acordava, de manhã, e eu colocava a culpa no xampu. Eu não desejo isso nem ao meu pior inimigo. É um inferno."
Gary Oldman sobre o alcoolismo

O vencedor do Oscar disse que também se identificou com o humor sarcástico de Mank, usado para "disfarçar o quão inadequado" ele era. "Eu fazia o mesmo. Eu me sentava no restaurante e fazia piada com o garçom: 'Traga a minha vodca logo, porque eu sou um alcoólatra'", contou.

"As pessoas romantizam [o vício]. Eu sei, porque eu mesmo fazia isso. Todos os meus heróis eram beberrões, ou viciados em ópio, e todos nós ficamos emocionados ao falar desses poetas e dramaturgos que bebiam muito", refletiu ainda.

Veja o trailer de 'Mank':

Fonte: UOL Cinemas // UOL