Filme de Zack Snyder substitui ator acusado de assediar menores, diz site

Publicado em 14/08/20 19:00

"Army of the Dead", filme da Netflix de zumbis, do diretor Zack Snyder, passará por refilmagens para incluir a comediante Tig Notaro no lugar de Chris D'Elia, ator que foi acusado de assediar sexualmente garotas menores de idade. As informações são do Hollywood Reporter.

O filme, estrelado por Dave Bautista ("Guardiões da Galáxia"), encerrou seu período principal de filmagens no ano passado e estava em pós-produção quando a pandemia do novo coronavírus atingiu o mundo.

A obra agora passará por uma rápida rodada de refilmagens para incorporar o papel de Notaro. Com os atores já dispersos após a filmagem, e devido a restrições da pandemia, a adição será uma combinação de técnicas, desde refilmar cenas opostas a um parceiro de atuação até o uso de tela verde e tecnologia de efeitos especiais para inseri-la.

As alegações de assédio surgiram contra D'Elia em junho, tendo sido negadas pelo comediante. Como consequência, ele foi dispensado por sua agência e os planos para um programa de improvisação foram descartados pela Netflix.

Notaro, sua substituta, é uma sobrevivente de câncer que é conhecida por explorar sua própria vida em suas produções. O lançamento de seu segundo álbum de comédia, Live, foi o álbum de comédia mais vendido de 2012 e indicado ao Grammy.

O filme de Snyder ocorre após um surto de zumbis em Las Vegas, centrado em um grupo de mercenários que fazem uma aposta final, aventurando-se na zona de quarentena para realizar o maior assalto já tentado.

Fonte: UOL Cinemas // UOL