Era Uma Vez em Hollywood: Tarantino usou mais de 2.000 carros clássicos para filmagens

Publicado em 31/07/19 18:00

Era Uma Vez em Hollywood, o novo filme de Quentin Tarantino, transporta o espectador para a Los Angeles do final dos anos 1960, e o diretor não economizou para alcançar a perfeição nessa reconstituição de época: ele usou mais de 2.000 carros clássicos para encher as ruas do seu set de filmagens.

O número vem de Steven Butcher, que tem mais de 30 anos de experiência no negócio de ajudar Hollywood a nos transportar para outras épocas através dos carros. Segundo entrevista dele para o The Wrap, a maioria dos filmes usa em torno de 300 a 500 carros durante as filmagens.

Fazer Era Uma Vez em Hollywood, portanto, foi um desafio -- mas um desafio prazeroso. "Eu cresci em Los Angeles, me lembro da cidade vividamente nesta época. E eu amo carros, então para mim este foi um trabalho incrível", comentou Butcher.

O trabalho de Butcher também incluiu restaurar o Cadillac DeVille 1966 dirigido por Brad Pitt e Leonardo DiCaprio no filme. O carro na verdade pertence ao ator Michael Madsen, e foi dirigido por ele em Cães de Aluguel, filme de Tarantino lançado em 1992.

No entanto, até os carros de menos destaque foram escolhidos a dedo. O Ford Galaxie dirigido pela família Manson, por exemplo, é uma réplica exata do carro que os seguidores do serial killer usaram para realizar os assassinatos em seu nome.

"Eu achei o carro real com um colecionador", revelou Butcher. "Ele queria nos alugar o carro para usar no filme, mas tive uma reunião com Quentin, e nós dois achamos que seria meio assustador ter o carro real no set".

Butcher diz que Tarantino não é um "grande conhecedor de carros", mas abriga uma grande paixão por reconstituições de época bem feitas.

"Ele é obcecado por tudo. Não são só os carros, é uma visão completa. Se alguém da produção achasse o sofá original onde certo personagem havia se sentado, ele surtaria completamente", definiu.

Fonte: UOL Cinemas // Caio Coletti