Coringa é 1º filme "para maiores" a bater US$ 1 bi de bilheteria

Publicado em 15/11/19 16:00

Coringa se tornou o primeiro filme com classificação "R" nos EUA a bater a marca de US$ 1 bilhão de dólares na bilheteria mundial. No Brasil, o longa foi lançado com recomendação para maiores de 16 anos.

Segundo a Warner Bros. os números de bilheteria desta sexta-feira foram os responsáveis por empurrar o filme sobre o vilão do Batman, interpretado por Joaquin Phoenix, para além da barreira do US$ 1 bilhão.

A informação é da Entertainment Weekly. No último dia 25 de outubro, o longa já havia passado os US$ 785,5 mihões de Deadpool 2 para se tornar o filme "para maiores" com maior arrecadação da história.

Com um orçamento relativamente baixo para o gênero de super-heróis (entre US$ 55 e 70 milhões), o longa dirigido por Todd Phillips (Se Beber, Não Case) também se mostrou bastante lucrativo.

Polêmica e prêmios

Coringa causou polêmica, durante seu lançamento, por conta das cenas violentas que exibia na história de Arthur Fleck (Phoenix), um palhaço fracassado com saúde mental deteriorada, que aos poucos embarcava em uma onda de crimes por Gotham City.

Muitos temiam que o conteúdo inflamatório do filme inspirasse ações de terrorismo como a que ocorreu durante uma exibição de Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge em 2011, nos EUA.

Por enquanto, apenas incidentes menores (e não violentos) foram registrados — em Paris, por exemplo, espectadores fugiram de uma sala de cinema após um dos membros da plateia se levantar e gritar uma expressão da fé islâmica.

O longa também tem registrado trajetória premiada, especialmente ao vencer o Leão de Ouro, prêmio principal do Festival de Veneza. A Warner já começou campanha de Coringa para o Oscar 2020, defendendo 14 indicações.

Fonte: UOL Cinemas // UOL