Ator de "Empire" encenou ataque para conseguir aumento de salário, diz polícia

Publicado em 21/02/19 14:00

Durante coletiva de imprensa nesta manhã, a polícia de Chicago revelou os resultados de sua investigação sobre Jussie Smollett. Segundo os policiais, o ator de "Empire" encenou um ataque homofóbico e racista em janeiro porque "estava insatisfeito com o seu salário".

A informação da "Variety" é que policiais estão em posse do cheque de US$ 3.500 que Smollett deu aos dois homens que o ajudaram a encenar o ataque.

O porta-voz da polícia disse que os investigadores estão "indignados" com a forma como o ator desperdiçou o tempo e os recursos da instituição.

Smollett foi preso por prestar queixa falsa à polícia, e uma audiência ainda esta semana deve definir se o ator terá direito à fiança para aguardar julgamento em liberdade.

Em 29 de janeiro, o ator disse que foi atacado e agredido por dois homens nas ruas de Chicago durante a madrugada. Conforme a investigação da polícia prosseguiu, no entanto, surgiram suspeitas de que Smollett teria encenado o ataque.

Após a prisão dos dois irmãos de ascendência nigeriana que Smollett contratou para ajudar na encenação, estas suspeitas se confirmaram.

Fonte: UOL Cinemas // Caio Coletti