As poderosas chefonas por trás dos filmes da Marvel e da DC

Publicado em 08/03/21 05:00

As poderosas chefonas por trás dos filmes da Marvel e da DC

Victoria Alonso, executiva da Marvel, e Deborah Snyder, produtora de "Liga da Justiça" e vários outros filmes da DC
Victoria Alonso, executiva da Marvel, e Deborah Snyder, produtora de "Liga da Justiça" e vários outros filmes da DC
Getty Images e Montagem/UOL

Beatriz Amendola

De Splash, em São Paulo

08/03/2021 04h00

O Universo Cinematográfico da Marvel e sua contraparte da DC têm algo em comum além das aventuras com seres superpoderosos: ambos têm em seus bastidores a produção de duas mulheres também poderosas.

São elas Victoria Alonso, vice-presidente executiva da Marvel Studios, e Deborah Snyder, produtora, esposa e colaboradora do longa data do diretor Zack Snyder.

Continua depois da publicidade

Neste mesmo mês de março em que se celebra do Dia Internacional da Mulher, as duas estão com projetos de grande destaque: Victoria encerrou "WandaVision" e se prepara para lançar "Falcão e o Soldado Invernal", enquanto Deborah lançará o corte de Zack para "Liga da Justiça" no dia 18.

Quer conhecer mais sobre elas? Então vem:

Victoria Alonso

Nascida em Buenos Aires, na Argentina, a executiva produziu nada menos do que todas as obras do MCU, começando láááá no primeiro "Homem de Ferro" (2018).

Alexander Tamargo/Getty Images for Walt Disney Studios - Alexander Tamargo/Getty Images for Walt Disney Studios
Victoria Alonso em um evento de fãs da Marvel, em 2019
Imagem: Alexander Tamargo/Getty Images for Walt Disney Studios

Ela se mudou para os Estados Unidos com 19 anos e começou a fazer carreira na indústria cinematográfica, trabalhando com efeitos especiais. Um de seus destaques foi o filme "Cruzada" (2005), de Ridley Scott, pelo qual ganhou um prêmio da Sociedade de Efeitos Especiais.

Continua depois da publicidade

Poucos anos depois, ela entrou na Marvel como vice-presidente executiva de pós-produção e efeitos especiais, dando início a uma jornada muito bem-sucedida no MCU.

Ela já entrou até em uma lista de mulheres mais poderosas do entretenimento, publicada pela revista "The Hollywood Reporter".

E Victoria sabe bem importância de trazer mais diversidade ao universo Marvel. Em entrevista publicada pelo site do estúdio, em 2020, ela disse que "Pantera Negra" (2018) e "Capitã Marvel" (2019) são os filmes dos quais mais se orgulha.

Esses filmes são as colunas do legado que vou deixar para a minha filha. Eles dizem que tudo bem você ser diferente e ainda ter poder.
Victoria Alonso

E vale lembrar: os filmes foram também sucesso nas bilheterias, com mais de US$ 1 bilhão em caixa.

Prêmio na Marvel? Ela tem também!

Kevin Winter/Getty Images for HFA - Kevin Winter/Getty Images for HFA
Victoria Alonso e Kevin Feige receberam prêmio de melhor blockbuster por 'Vingadores: Ultimato' no Hollywood Film Awards de 2019
Imagem: Kevin Winter/Getty Images for HFA
Continua depois da publicidade

Deborah Snyder

Deborah começou a carreira em outra indústria: a da publicidade. Ela trabalhava em uma agência de Nova York e chegou a contratar Zack Snyder para dirigir um comercial da Reebok em 1996, bem antes de os dois se envolverem.

Alberto E. Rodriguez/Getty Images - Alberto E. Rodriguez/Getty Images
Deborah Snyder em evento do sindicato dos produtores em 2018
Imagem: Alberto E. Rodriguez/Getty Images

Os dois voltaram a trabalhar juntos em 2002, quando Deborah era produtora executiva e vice-presidente na agência BBDO. Eles gravaram um comercial de desodorante na Nova Zelândia, e se apaixonaram.

O casamento veio dois anos depois.

Deborah trocou NY pela Califórnia e acabou se tornando produtora de cinema ao trabalhar com o marido para convencer a Warner Bros. a lançar o filme "300" (2006).

Frazer Harrison/Getty Images - Frazer Harrison/Getty Images
Deborah Snyder e o marido, Zack Snyder, em um evento de 2018
Imagem: Frazer Harrison/Getty Images
Continua depois da publicidade

O primeiro filme de heróis veio em 2009, com "Watchmen". E a partir de "Homem de Aço" (2013), ela trilhou o próprio caminho e produziu quase todos os filmes da DC para os cinemas, incluindo "Mulher-Maravilha 1984".

Dentro da DC, a produtora criou iniciativas para aumentar o número de mulheres por trás das câmeras. Para "Liga da Justiça", por exemplo, ela escalou mulheres também para cargos estratégicos que não são tão visíveis, como o de diretora assistente e de coordenadora de dublês.

É muito fácil ver a atriz, a diretora e a roteirista, mas e as outras mulheres? Esses filmes às vezes têm uma equipe de 5 mil pessoas por trás.
Deborah Snyder, na San Diego Comic-Com 2016

Agora, ela se prepara para lançar não só a nova versão de "Liga da Justiça" como também o filme "Army of the Dead", que deve sair em maio pela Netflix.

Poder, né?

Fonte: UOL Cinemas