Antes da Batalha de Winterfell, relembre os conflitos mais épicos de "Game of Thrones"

Publicado em 28/04/19 05:00

"Game of Thrones" se prepara para exibir, hoje, um dos momentos mais decisivos de sua oitava e última temporada: a Batalha de Winterfell, que oporá o time dos vivos ao Rei da Noite e seu exército de mortos.

Mas ela não será apenas relevante para a trama: a sequência promete ser a maior do tipo já filmada, seja na TV ou no cinema. Em entrevista recente à revista "Entertainment Weekly", o produtor Bryan Cogman descreveu a batalha como "algo que realmente nunca foi feito antes". "Esse confronto entre o exército dos mortos e o dos vivos é completamente sem precedentes e implacável, e há uma mistura de gêneros dentro da batalha."

A responsabilidade de comandar o episódio ficou a cargo do diretor Miguel Sapochnik, o mesmo de "Hardhome" (5ª temporada) e da "Batalha dos Bastardos" (6ª temporada) -- e ele já afirmou que a Batalha de Winterfell será, em termos de duração, ainda maior do que a exibida em "O Senhor dos Anéis - As Duas Torres", que tem cerca de 40 minutos.

Para deixar nossas expectativas lá em cima antes da grande batalha, separamos aqui outros conflitos épicos já exibidos em "Game of Thrones". Confira:

A Batalha da Água Negra - 2ª temporada

Foi o maior conflito armado de toda a Guerra dos Cinco Reis. Stannis Baratheon, que acreditava ser o herdeiro legítimo do Trono de Ferro após a morte do irmão Robert, avançou com seus navios e seus soldados sobre a Baía de Água Negra para investir contra Porto Real. Após um barco cheio de fogovivo explodir perto de seus navios e destruir o que era comandado por Davos, o combate foi para a terra. A defesa de Porto Real, organizada por Tyrion, sofreu, mas a batalha teve uma reviravolta quando o exército de Tywin Lannister e dos Tyrell chegou e expulsou as tropas invasoras.

A sequência estabeleceu um novo padrão para o que "Thrones" era capaz de fazer, e a cena com a explosão de fogovivo se tornou uma das mais memoráveis da história da série.

A Batalha de Castelo Negro - 4ª temporada

A maior sequência de ação da quarta temporada foi a batalha entre a Patrulha da Noite e os selvagens, que conseguiram invadir Castelo Negro. O confronto, sangrento, envolveu gigantes, mamutes e até uma arma surpresa escondida na Muralha, mas foi marcado também pela emoção. Ygritte morreu nos braços de Jon, que ainda perdeu os amigos Pyp e Grenn. A muito custo, os soldados da Patrulha conseguiram vencer.

O conflito contou com um impressionante plano sequência (veja acima) que o colocou como um dos mais bem coreografados da série.

A Batalha de Hardhome - 5ª temporada

A Batalha de Winterfell não será o primeiro confronto de Jon Snow com o temido Rei da Noite: ambos estiveram cara a cara em Hardhome, bem para lá da Muralha. Foi a primeira vez em que a série mostrou todo o poderio do exército comandado pelos White Walkers, em um verdadeiro massacre que se iniciou quando os mortos atacaram uma pequena vila de pescadores que Jon estava ajudando a evacuar.

Em meio a momentos tensos e devastadores, a série nos deu belas sequências e ainda trouxe um dos grande momentos de Jon Snow: a primeira vez em que ele matou um White Walker com sua espada, a Garralonga.

A Batalha dos Bastardos - 6ª temporada

A sexta temporada teve aquela que foi a batalha mais incrível da série (até agora, pelo menos): a que opôs os exércitos de Jon Snow e Ramsay Bolton, os dois bastardos. O confronto foi cheio de tensão e acabou com uma vitória milagrosa para Snow, salvo pela decisão de Sansa de convocar os cavaleiros do Vale para ajudá-lo. Em um momento catártico, o vilão foi morto pela Stark, que o deixou para ser devorado por seus cachorros.

Ocorrida à beira de Winterfell, a batalha contou com sequências de tirar o fôlego -- às vezes, literalmente, como na cena desesperadora em que Jon Snow aparece em meio a uma pilha de corpos. O diretor Miguel Sapochnik foi premiado com um Emmy por seu trabalho no episódio.

O ataque de Daenerys ao comboio Lannister - 7ª temporada

Daenerys chegou a Westeros em grande estilo, enfrentando o exército comandado por Jaime Lannister. Pudemos ver todo o poder de seus soldados dothraki e imaculados, mas a maior estrela foi o dragão Drogon, que reduziu soldados a cinzas em cenas espetaculares. Foi, também, a primeira batalha a colocar em ambos os lados personagens com quem nos importamos; Jaime e Bronn, afinal, também estavam em combate, e corriam o risco de virar churrasquinho a qualquer momento.

Fonte: UOL Cinemas // Beatriz Amendola