O Rei Leão: animadores do desenho criticam remake e falam em ganância da Disney

Publicado em 01/08/19 18:00

Parte dos animadores que trabalharam na versão original de O Rei Leão, lançada em 1994, criticaram o remake da Disney e disseram que o estúdio pensa apenas em dinheiro.

Os profissionais conversaram com a IndieWire sobre o movimento da Disney de revisitar os clássicos e apontaram que estão decepcionados como artistas.

"Existe um grande ressentimento contra estes remakes 3D por parte das equipes dos filmes 2D. Talvez se a gente ganhasse royalties as coisas seriam diferentes", disse um dos artistas ouvidos, que pediu anonimato.

Outro, que também pediu para não ter seu nome divulgado, completou: "Eu só vou entrar em problemas se eu comentar esta outra versão."

O único que não se escondeu para criticar a nova diretriz da Disney foi David Stephan, responsável por animar as hienas e a sequência inicial do desenho. "Se você fizesse uma pesquisa com a equipe do Rei Leão original, a maioria diria: 'Por que? Por que você teve que fazer isso?'. Meio que dói".

Scar em O Rei Leão (1994) - Reprodução
Scar em O Rei Leão (1994) Imagem: Reprodução

"É triste que são os acionistas na sala que decidem quais filmes serão feitos. Agora a Disney não esconde mais, é completamente na cara dura: 'Sim, nós só queremos fazer dinheiro'. Isto é muito decepcionante, como artista, para estúdio que foi fundado e baseado em originalidade e arte", continuou.

David, por fim, ainda criticou o filme que o uso de tecnologia é um problema para a indústria, já que tira a expressividade dos personagens. "Este filme apenas disse, 'sabe, vamos tirar a expressividade completamente. Vamos manter o mais real possível'. E isso diminuiu o filme".

O novo Rei Leão já conseguiu ultrapassar a marca de US$ 1 bilhão arrecadado nos cinemas mundiais, o quarto filme da Disney que atingiu a marca bilionária apenas neste ano.

Fonte: UOL Cinemas // Rodolfo Vicentini