E quando eu morrer, não ficarei morto

E quando eu morrer, não ficarei morto

Documentário Duração: 90

O primeiro filme de Woodberry mais de três décadas após seu longa de estréia Bless Their Little Hearts trata da vida do poeta norte-americano Bob Kaufman (1925-1986), que participou e influenciou o meio artístico de São Francisco e Nova Iorque dos poetas da geração Beat, como Amiri Baraka, Allen Ginsberg e Jack Hirschman. De origem negra e judaica, Kaufman foi perseguido durante toda sua vida por questões raciais e políticas, que datam de sua juventude, quando foi marinheiro e sindicalista, e deteve um papel de liderança no Sindicato Nacional dos Trabalhadores Marítimos dos Estados Unidos. Anos depois, após uma de suas inúmeras prisões injustificáveis, internado em um sanatório onde passou por tratamento de choque, Kaufman fez um voto de silêncio que durou mais de uma década. O poeta marginal reagiu à repressão de sua época ao explorar as dimensões místicas da vida, situadas muitas vezes nas celas de prisões, em crônicas épicas que fundem prosa e poema e detêm um humor ácido das ruas. O filme de Woodberry mergulha na vida de Kaufman através de leituras de seus poemas gravadas na época, fotografias, registros policiais e entrevistas com amigos, parentes, editores e teóricos. O cineasta, assim como alguns dos entrevistados no filme, resgata a história de um artista que foi propositalmente esquecido em grande parte pela dificuldade de enquadrá-lo.

Título original: And When I Die, I W on’t Stay Dead

País de origem: EUA, Portugal

Data do lançamento: 16/03/2017

Diretor: Billy Woodberry