Paulo Gustavo

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros (Niterói, 30 de outubro de 1978 — Rio de Janeiro, 4 de maio de 2021) foi um ator, humorista, diretor, roteirista e apresentador brasileiro.Ficou conhecido pelo monólogo Minha Mãe É uma Peça, o qual, em 2013, foi adaptado ao cinema e virou o longa-metragem Minha Mãe É uma Peça, que tornou-se o filme mais assistido daquele ano no Brasil; e, em 2015, foi publicado como um livro pela editora Objetiva. Devido ao enorme sucesso de crítica e público, em 2016, foi lançado Minha Mãe É uma Peça 2, e, em 2019, Minha Mãe É uma Peça 3. Indicado ao Prêmio Shell de Melhor Ator, Paulo Gustavo formou-se na Casa das Artes de Laranjeiras (CAL) no início de 2005; junto com Fábio Porchat, Marcus Majella, entre outros.

Paulo Gustavo faleceu em 4 de maio de 2021, de complicações de COVID-19 que resultaram em morte cerebral, após ser internado, em 13 de março, em um hospital da Zona Sul do Rio de Janeiro.