Michael Bloomberg

Michael Rubens Bloomberg (Boston, 14 de fevereiro de 1942) é um autor, empresário magnata, filantropo e político norte-americano. Fundador da Bloomberg L.P., uma empresa de tecnologia e dados para o mercado financeiro, se tornou uma das personalidades mais ricas do mundo, com uma fortuna estimada de US$ 60,1 bilhões. Posteriormente, entrou para a política e foi eleito prefeito de Nova Iorque por três mandatos consecutivos, de 2002 a 2014. Em 2019, anunciou sua candidatura à nomeação democrata para a eleição presidencial norte-americana de 2020.Bloomberg cresceu em Medford, Massachusetts e estudou na Universidade Johns Hopkins e na Harvard Business School. Iniciou sua carreira no banco de investimentos Salomon Brothers antes de criar sua própria empresa em 1981. Nas próximas duas décadas, além de co-fundador, também presidiu e ocupou o cargo de CEO da Bloomberg L.P., mantendo o controle acionário da empresa, o que lhe garantiu em 2019 a posição de 9ª pessoa mais rica do mundo.Em 2001, Bloomberg foi eleito prefeito de Nova Iorque, à época filiado ao Partido Republicano, a qual passou a integrar após pertencer ao Partido Democrata durante toda a vida. Foi reeleito em 2005 e, após mudança na legislação municipal, candidatou-se como independente, mas com apoio dos republicanos, a um terceiro mandato em 2009, sendo novamente reeleito. Em 2016, descartou uma candidatura à presidência, mas decidiu disputar a nomeação democrata para a eleição de 2020, citando como prioridade derrotar o presidente Donald Trump. Em março de 2020, após obter maus resultados na Super Terça, desistiu de sua candidatura e declarou apoio a Joe Biden.Como signatário do The Giving Pledge, Bloomberg também se tornou um filantropo, doando cerca de US$ 9,5 bilhões de sua fortuna para causas como o combate à violência armada e ao aquecimento global, bem como para instituições educacionais. Bloomberg ainda atuou como presidente do conselho de administração de sua alma mater, a Universidade Johns Hopkins, de 1996 a 2002.