Julie Christie

Julie Frances Christie (Chabua, 14 de abril de 1941) é uma atriz britânica, nascida na Índia. Considerada um ícone do "Swinging Sixties", ela recebeu vários prêmios ao longo de sua carreira, incluindo um Oscar, um Globo de Ouro, um prêmio BAFTA e um SAG Award. Também apareceu em seis dos "100 maiores filmes britânicos do século XX", segundo o British Film Institute, e em 1997, recebeu o BAFTA Fellowship.O seu primeiro papel de destaque no cinema foi em O Mundo Fabuloso de Billy Liar (1963). Ela chamou a atenção internacional por suas atuações em Darling - a Que Amou demais (1965), pelo qual ganhou o Oscar de melhor atriz, e em Doutor Jivago (1965).

Nos anos seguintes, estrelou diversos outros papeis no cinema como em Farenheit 451 (1966), Longe Deste Insensato Mundo (1967), Petúlia - Um Demônio de Mulher (1968), O Mensageiro (1971), Onde os Homens São Homens (1971), pelo qual recebeu a sua segunda indicação ao Oscar, Inverno de Sangue em Veneza (1973), Shampoo (1975) e O Céu Pode Esperar (1978).

A partir do início da década de 1980, suas aparições em filmes diminuíram, embora ela tenha desempenhado papéis como Thetis no épico histórico Troia de Wolfgang Petersen e como Madame Rosmerta em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (ambos em 2004). Christie continuou a receber significativo reconhecimento da crítica por seu trabalho, incluindo indicações ao Oscar pelos filmes O Despertar do Desejo (1997) e Longe Dela (2007).