Geraldine Chaplin

Geraldine Leigh Chaplin (Santa Mônica, Califórnia, 31 de julho de 1944) é uma atriz anglo-americana. Ela é filha de Charlie Chaplin e sua quarta esposa, Oona O'Neill. Seu primeiro papel de destaque como atriz foi em Doutor Jivago de David Lean, pelo qual foi indicada ao Globo de Ouro de melhor atriz revelação. Geraldine recebeu sua segunda indicação ao prêmio por Nashville de Robert Altman, e uma indicação ao BAFTA por seu papel em Welcome to L.A (1976). Ela interpretou sua avó Hannah Chaplin na cinebiografia Chaplin (1992), pelo qual recebeu sua terceira indicação ao Globo de Ouro.

Também apareceu em uma grande variedade de filmes espanhóis e franceses reconhecidos pela crítica. Estrelou em Retratos da Vida (1981), A Vida É um Romance (1983) e os filmes Noroeste (1976) e O Amor Por Terra (1984) de Jacques Rivette. Foi parceira do diretor Carlos Saura por 12 anos até 1979, estrelando seus filmes Ana e os Lobos (1973), Cría Cuervos (1976), Elisa, Vida Minha (1977) e Mamãe Faz 100 Anos (1979). Ela recebeu o Prêmio Goya por seu papel em Cidade Sem Limites (2002), e foi nomeada novamente por O Orfanato (2007).

Em 2018, ela estrelou em Red Land (Rosso Istria), filme italiano de Maximiliano Hernando Bruno que conta a vida da jovem estudante Norma Cossetto, assassinada pelos guerrilheiros iugoslavos no Massacre de Foibe. Em 2019, ela interpretou Wallis, Duquesa de Windsor na terceira temporada da série de drama de época da Netflix, The Crown.