Felipe Martins

Luiz Felipe Barros Martins Rodrigues (Rio de Janeiro, 21 de novembro de 1960), mais conhecido como Felipe Martins, é um ator brasileiro.

Iniciou suas atividades como ator em 1978, no Colégio Andrews, no Rio de Janeiro, sob a direção de Miguel Falabella e Maria Padilha. Em O Tablado, de Maria Clara Machado, trabalhou em espetáculos com o diretor Carlos Wilson, com quem fez o grande sucesso Capitães da Areia, de Jorge Amado e o dirigiu também em 1983, no espetáculo "Os 12 Trabalhos de Hércules", recebendo o Prêmio MEC Troféu Mambembe como revelação de ator. Dois anos depois, em 1985, é premiado, novamente, com o Mambembe, por seu desempenho no espetáculo "Beto e Teca", de Volker Ludwig, com direção de Renato Icarahy, no Grupo TAPA. A partir de 1984, iniciou sua carreira como Diretor Teatral.

Nos palco, participa dos elencos de "Yes, Nós Temos Banana"; "Divina Lapa - Melodia Carioca", de Teresa Frota, e "O Que Diz Molero", de Dinis Machado, entre outros.

Na televisão, atua nas novelas e minisséries A Viagem, Os Maias, Labirinto, Perigosas Peruas, “Lua Cheia de Amor, Top Model, Vidas Opostas A Lei e o Crime e Anos Dourados entre outras.

No final de 1990, antes do início da segunda edição do Rock In Rio, a Globo exibiu Rock Preview, programa com duas inserções diárias apresentadas por Felipe Martins que mostrava curiosidades e contava histórias sobre os ídolos do rock, além de analisar os ritmos e as tendências musicais da época. O ator aparecia diante de uma ilha de edição de vídeo, comentando imagens, clipes e reportagens externas num estilo ágil.A partir de 1995, inicia viagens por 75 cidades do Brasil ministrando cursos e palestras. Em 1998, funda junto com o Produtor Marcelo Pires o Espaço Cultural Felipe Martins, em Botafogo, no Rio de Janeiro, com um total de 12.000 alunos; após dez anos de excursões pelo Brasil, preparando e lançando no mercado de trabalho nomes relevantes da dramaturgia brasileira atual como os atores Arthur Aguiar, Mel Maia, Nathália Guimarães, Antônio Firmino, Pedro Malta, Marcos Pitombo, Dja Marthins. Pedro Brício, Fernanda de Freitas entre outros...

No cinema,destaque para, "Banana Split", "For All", “Meu Nome Não É Johnny" e "Tempos de Paz"